Resumen

O uso do tabaco é fator de risco importante para diversas doenças cardiovasculares, neoplasias e enfisema pulmonar, entre outros. Os óbitos atribuídos a doenças relacionadas ao tabaco na população trabalhadora superam, em muitas vezes, aqueles causados por acidentes de trabalho. O tabagismo passivo e o tabagismo durante a gravidez também podem trazer sérias consequências à Saúde. O médico do trabalho, por seu contato periódico com o trabalhador, tem uma ótima oportunidade de identificar, aconselhar e motivar trabalhadores tabagistas a procurarem meios de tratamento para sua dependência, de forma a prevenir doenças e promover a saúde de toda a empresa. Este artigo tratou da maneira como o médico do trabalho pode ajudar o tabagista a abandonar o hábito de fumar, apresentando formas de intervenções preliminares nos exames ocupacionais e modelos de acompanhamento e tratamento estruturado da dependência à nicotina.

Palabras clave: Promoção da saúde abandono do uso de tabaco saúde ocupacional aconselhamento.

2010-07-23   |   1,473 visitas   |   Evalua este artículo 0 valoraciones

Vol. 8 Núm.1. Junio 2010 Pags. 16-22 Revista Bras. Med. Trab. 2010; 8(1)